Resposta à corrupção?

Praça Moreno Brandão - Palmeira dos Índios
Em mais um capítulo da política alagoana, Palmeira dos Índios, a Princesa do Sertão, cujo esplendor há muito se fora, e dita a terra do escritor Graciliano Ramos, está vivendo seus momentos de articulação política e fuga; sim, a fuga dos políticos mirados por escândalos que se articulam para não cair nas garras da justiça. No "último" ato escandaloso da municipalidade da Princesa Sertaneja, o Prefeito James Ribeiro e a Secretária de Assistência Social, Édila Canuto, foram os alvos das denúncias de corrupção. E, como tratado anteriormente, ninguém havia sido encontrado para se pronunciar assim como ninguém sabia de nada! Surpresa? Estranho seria se alguém, como os responsáveis pela gestão restrita(secretaria) e pela gestão globalizada(prefeitura) se pronunciasse para defender o poder público e a própria reputação da imagem pública.
Como resposta aos fatos, a Secretária evadiu-se da pasta para, adivinhem, concorrer a outro cargo público, novamente o de vereadora. O Prefeito da cidade, James Ribeiro, continua sumido. Não seria o caso de pedir à polícia para fazer uma busca pelo desaparecido?
E a roda da politicagem continua girando em um campo vasto da hipocrisia e da falta de lei que tanto caracteriza a Região Metropolitana de Palmeira dos Índios, já podemos chamar assim.
A população está levando sua vida rotineira sob o julgo das perguntas não feitas e das respostas, consequentemente, nunca dadas, às vezes pela falta de uma cobrança mais incisiva.

Por outro lado, o Ministério Público também nada se manifestou. Será que o dinheiro público alagoano não tem valor significativo? Ou será que o espectro da corrupção alcançou níveis mais profundos?
Obras enganadoras são realizadas para enganar o povo e o pior é que esse tipo de artimanha ainda funciona. 
Vista noturna de Palmeira dos Índios-AL
Parece que existe um espírito generalizado apalermado pelas ruas de Palmeira dos Índios que impede o povo, detentor do poder e da Autoridade, de manifestar seu pensamento e cobrar explicações para tais irregularidades. De uma forma geral, todos estão acostumados ao ostracismo da estagnação social, econômica e política. 
E assim estão passando os dias na Princesa de todos os sertanejos, com a velha e sempre má mania do tudo poder...

Postagens mais visitadas